Portfólio – Tradutores para reunião em empresa – Tradução simultânea em Mandarim

Home/Tecnologia/Portfólio – Tradutores para reunião em empresa – Tradução simultânea em Mandarim

Portfólio – Tradutores para reunião em empresa – Tradução simultânea em Mandarim

Os intérpretes Vilson e Bruna fizeram a tradução simultânea em Mandarim para o português e vice-versa numa empresa de São José dos Campos que fabrica produtos de refrigeração. Participaram de um treinamento intensivo de duas semanas, treinando os brasileiros a utilizarem novas máquinas compradas da China. Acima, o Vilson e abaixo, a Bruna em ação. O rapaz do lado esquerdo é o chinês que veio dar o treinamento. Uma parceria muito importante para uma boa comunicação durante o treinamento ou reunião.

Momento de tradução em Mandarim para português

Mandarim, uma importante língua nos negócios internacionais

O que exatamente é o mandarim? É o  conjunto de dialetos falados ao norte do rio Yangtzé (China) e que se subdivide em quatro grupos: o mandarim setentrional, falado nas províncias de Hopeh, incluindo a cidade de Beijing, capital da China , Hénán, Xantungue , Norte de Anwei , e ainda na Mandchúria e parte da Mongólia; o mandarim do noroeste, falado nas províncias de Shensi, Shansi , Kansu , Tsinghai , Ningxiá e algumas outras áreas da Mongólia; o mandarim do sudoeste, falado nas províncias de Hupeh, Szechwan , Yúnnán, Kveichow  e a NO de Kwangsi ; o mandarim oriental, falado no Centro de Inhei e na região da Nanquim.

Você precisa de intérpretes de mandarim? Ligue ou envie WhatsApp para 11 9 9934 4647

Imagem de participantes da reunião na empresa de refrigeração

 

Na China não existe apenas um idioma, e sim vários, e o mandarim é o mais falado.
Cerca de 885 milhões de nativos, e mais de 120 milhões falam o mandarim como segunda língua. É uma língua muito difícil de se aprender, e temos profissionais competentes que fazem a tradução simultânea em mandarim – português e vice-versa.

O mandarim se tornou língua oficial da China em 1956, mas desde então, o país discute se deve forçar suas minorias étnicas a falar a língua. A resistência é forte. No Tibete, por exemplo, falam tibetano . No caso do Tibete, isto ilustra a resistência do povo local ao domínio da ocupação chinesa.

 

Por |Março 23rd, 2017|Categorias: Tecnologia|0 Comentários

Sobre o Autor:

Deixe um comentário